1. Respeito às leis ambientais

O respeito às leis ambientais deve ser seguido desde a fase de implantação de novos empreendimentos, seguindo os processos de licenciamento ambiental adequados para cada tipo de empreendimento, devendo ser mantido durante a fase de operação, por meio de gestão ambiental.

2. Uso racional da energia elétrica

O uso racional da energia ajuda a diminuir a pressão sobre novos recursos ou ambientes que devem ser utilizados ou alterados para a produção de energia, como por exemplo as usinas hidrelétricas. O uso de equipamentos mais eficientes e a adoção de painéis solares, quando possível, nas empresas, são práticas que contribuem para o uso racional da energia e que podem gerar, além dos ganhos ambientais, economia para as empresas.

3. Uso racional da água

O uso racional da água é necessário de forma a diminuirmos a pressão sobre esse recurso tão valioso. Isso pode ser alcançado, por exemplo, por meio do tratamento e reaproveitamento da água utilizada e pela captação de água de chuva.

4. Reciclagem

reciclagem é um elemento essencial da gestão de resíduos atual e é o terceiro elemento da hierarquia dos resíduos “reduzir, reutilizar e reciclar”. O processo de reciclagem permite reduzir o consumo de matérias-primas, de uso de energia e a poluição do ar e da água, ao reduzir também a necessidade de depósitos de lixo e a emissão de gases do efeito estufa. Empresas sustentáveis devem adotar a separação de seus resíduos para a coleta seletiva ou implementar seu próprio processo de reciclagem interna, quando possível.

5. Uso de materiais recicláveis ou biodegradáveis para a confecção de embalagens dos produtos

O uso de materiais recicláveis contribui para a geração de valor dos produtos recicláveis. Já o uso de produtos biodegradáveis permite que estes produtos quando descartados incorretamente pelos usuários finais, sejam degradados mais rapidamente no ambiente.

6. Controle da poluição atmosférica

Essa prática pode ser alcançada pela utilização de filtros que retém os poluentes emitidos nas diferentes fases da implementação e produção industrial.

7. Descarte adequado de resíduos

Os resíduos da produção ou instalação de qualquer empreendimento devem ser descartados adequadamente, respeitando a legislação ambiental em suas diferentes esferas. Essa prática evita a poluição de nossos recursos hídricos, do solo e do ar.

8. Criação de projetos educacionais voltados para a preservação do meio ambiente

A educação ambiental exerce um importante papel na conscientização das pessoas sobre formas sustentáveis de lidar com o planeta. As empresas que possuem projetos em educação ambiental estão contribuindo para este processo de conscientização.

9. Logística reversa

A adoção, quando for o caso, de sistemas de logística reversa, visa evitar que determinados produtos sejam descartados no meio ambiente. Empresas fabricantes de produtos como pilhas, pneus, baterias, agrotóxicos, medicamentos e outros produtos que possam poluir o meio ambiente devem adotar este processo.

10. Transparência para a Sustentabilidade Ambiental

A empresa deve disponibilizar um canal para fornecer informações a respeito das características dos produtos que vendem ou dos serviços que prestam, além de orientar seus consumidores sobre o correto descarte das embalagens, produtos com validade vencida ou que não serão mais utilizados por qualquer outro motivo.

Fonte do conteúdo: https://eukarya.com.br/sustentabilidade-ambiental-10-praticas-necessarias-para-tornar-sua-empresa-ambientalmente-sustentavel/